História dos Filmes Antigos

Câmara Antiga de FilmeAs pessoas acreditam que o cinema já era imaginado durante os teatros de marionetes. Posteriormente, surgiram mecanismos como a câmara escura (uma caixa fechada que possui um pequeno buraco que é coberto por uma lente) e a lanterna mágica (caixa em forma de cilindro que é iluminada por uma vela e que projeta imagens desenhadas em um vidro), que intensificaram o interesse pelo mundo cinematográfico.

Em 1895, foi criado o cinetoscópio, pelos irmãos Auguste e Louis Lumiére. Era uma filmadora com funcionamentos precários e movida à manivela. Esse aparelho ajudava na projeção de imagens para o público. Foi Louis Lumiére que criou os primeiros documentários curtos. As primeiras exibições para o público ocorreram ainda no final daquele ano.

Os primeiros filmes tratavam de assuntos ficcionais e, a partir de 1913, surgiram os gêneros cômico e policial. Posteriormente, aparecem dois nomes que marcariam a história do cinema, Georges Méliés e David W. Griffith. O primeiro é considerado o pai do cinema e o segundo, o precursor da linguagem cinematográfica.

Com o início da Primeira Guerra Mundial, a Europa reduz sua produção de filmes; enquanto isso, nos EUA, surgiram os primeiros estúdios na Califórnia. O primeiro filme a contar com música e efeitos sonoros foi Don Juan, em 1926. O primeiro que foi produzido totalmente falado foi o filme Luzes de Nova York, em 1928. No ano seguinte, grande parte da produção de cinema continha falas.

A partir de 1938, os filmes produzidos em Hollywood ganharam mais notoriedade e surgiram sucessos como "E o Vento Levou" e o "Morro dos Ventos Uivantes". A década de 30 também é responsável pelo sucesso do gênero musical. Outro gênero que ganha notoriedade nos Estados Unidos é o estilo faroeste, que tratava de temas como o conflito com os índios americanos e a Guerra da Secessão.

A partir de 1940 surgiram o gênero Noir, onde foram apresentados filmes com conteúdo sobre crimes. Os principais filmes que representam esse período foram À Beira do Abismo e Casablanca. Já na década de 70, surgiu uma nova geração de diretores como Francis Ford Coppola, Steven Spielberg e Marin Scorcesse. Dentre os sucessos lançados por esses diretores estão Tubarão, O Poderoso Chefão e Taxi Driver.

Cinema Mudo: No início do cinema, era impossível sincronizar o som com as imagens devido à falta de recursos da época. Com a impossibilidade de escutar o que os personagens diziam, a solução foi colocar legendas durante as falas. Os principais nomes do cinema mudo americano foram D.W. Griffith, que produziu filmes históricos e Charles Chaplin com seus grandes filmes de comédia.

Atualmente, as pessoas buscam os filmes na internet, assistindo a filmes antigos online ou fazendo download em sites especializados. As locadoras de filmes, verdadeiras febres antigamente, se tornaram algo distante da realidade e a maioria fechou as portas. Alguns estúdios, visando o mercado e o publico, relançaram clássicos do cinema melhorando áudio, imagens e até acrescentando cenas que haviam sido cortadas.